Make your own free website on Tripod.com

Começo | Modelos simples | Mais prática com dados | Preparação para o Pantanal | Método Científico | Coordenados Geográficos | Sucesso Reprodutivo | Evolução Humana 2 - O Presente | Evolução Humana 3 - O Futuro | Tabelas de vida-1 | Tabelas de vida 2 | Tabelas de vida do Homem | Simulação da Dinâmica Populacional | Simulação de Competição | Simulação de Predação | Simulações estocásticas da extinção | Apendice para Simulações | Contato

Tarefas de Ecologia de Populações

As práticas e tarefas obrigatorias estão em esse site!

Para voltar as aulas ou consultar as leituras da disciplina

Clique aqui para voltar as aulas de Ecologia de Populações

Para referencias e literatura da disciplina de Ecologia de Populações clique aqui

O Método Científico

Parece que existe muito bagunça acerca do método científico. Acredito pensar que as pessoas que falam mais sobre o método científico são quines que aplicam o método menos. O método científico é o que faz o cientista na ativa, e não o que outras pessoas ou os cientistas mesmos falam. Nenhuma cientista na ativa, quando planeja um experimento no laboratório, se pergunta se ele está sendo científico, e alem disso ele não se interessa em qualquer método que ele use como método. Quando o cientista ousa criticar o trabalho de qualquer colega, o que é o geral, ele não se baseia sua crítica  dessas generalidades o considera isso como não seguir o "método científico," mas sua crítica é específica, com base em alguma característica chave da situação particular. O cientista na ativa sempre se preocupa demais com a resolução do problema e não gasta o seu tempo  nas generalidades.

O método científico é algo comentado  pelas pessoas de fora quando se questionam de como o cientista trabalhe. Essas pessoas têm a capacidade de descobrir varias generalidades aplicáveis  à o que a maioria dos problemas que o cientista analisa, mas parece que essas generalidades não são muito profundas, e possa ser antecipado por qualquer pessoa que sabem o suficiente sobre os cientistas para reconhecer o seu objetivo primário. Acho que os objetivos de todos cientistas são comuns--eles procuram a resposta correta  do problema particular avaliado. Podemos afirmar isso em linguagem mais eloqüente como a procura  da verdade. Mas, se a resposta a problema é correta então deve existir alguma maneira de reconhecer e provar que é correta--a mesma definição da verdade implica a possibilidade da  verificação. Por isso há necessidade de verificar seus resultados sempre é parte do que o cientista faz. Por isso, essa verificação precisa ser exaustiva, porque a verdade de uma proposição geral  pode não ser aprovado pelo caso excepcional solitário. A larga experiência demostra para o cientista que vários fenomenais não batem com a obtenção da resposta correta. Ele descobriu que não é suficiente confiar na palavra de seu vizinho, mas  ele precisa ter segurança, ele precisa verificar sozinho um resultado. Assim o cientista é o inimigo de autoridade. Alem disso, ele descobre que ele mesmo se erra e precisa aprender como não repte-os. Ele não pode se permitir qualquer preconceito acerca dos resultados ele obterá.  Alem disso, ele não se pode permitir ser influenciado por idéias na cabeça ou qualquer vicio pessoal. Todo isso resulta na  "objetividade" da ciência o que é  a essência do método científico.

Mas o cientista na ativa olha todo isso como mundano e óbvio. O que lhe aparece como a  essência da situação é o que não segue o curso prescrito da ação, mas  ele sente liberdade inteira para utilizar qualquer  método ou aparelho  que ele acha que a situação particular estudada parece provável resultar a resposta correta. Ao atacar o problema específico o cientista não sofre de inibição ou precedente ou autoridade, mas ele tem liberdade total para adotar qualquer ação que sua ingenuidade é capaz de sugerir. Nenhuma pessoa de fora pode prever o que o cientista individual fará o qual método ele usará. Por isso, a ciência é o que fazem os cientistas, e existem tantos métodos científicos como de cientistas individuais.

computers4.gif

Sempre compare esse site com o site de tarefas. Clique aqui para visitar o site.

Kawailoa

 
Listagem para melhorar seus relatórios

 A Lógica: começa o parágrafo com as idéias principais, e depois  descreve-as e prova-as.  A lógica precisa ser inteira.  Se não termina sua cadeia de pensamentos, não da para entender.  Por exemplo, “a desfloração foi estimada a partir da densidade de posturas de ovos, mas o clima e outros fatores podem ser significativos na dinâmica de população da mariposa. “  É necessário adicionar, por isso, o clima também pode influenciar a desfloração

 
Resumos: escreve seus resultados principais em vez de escrever o que você fez.
# Referencias as figuras e tabelas no texto ausentes
# Incluia todas as equações usadas no trabalho. Numera as equações e faz referencia a elas repetidas vezes no texto. Todos os variáveis devem ser explicados

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS RESUMOS

Apresentação. Os resumos deverão ser apresentados em E-mail ou em disquetes acompanhados do original do manuscrito completo (inclusive cópia da ilustração com qualidade adequada). O texto deverá ser apresentado em duas páginas, no máximo, em espaço simples, fonte Times New Roman tamanho 11, editor de texto Word, em um espelho de 13 cm x 19 cm.

Distribuição: procurar dar a seguinte distribuição ao texto: Objetivo - 10%, Material e Métodos - 40% e Resultados, Discussão e Conclusões - 50%.

Estrutura do resumo: Os trabalhos deverão obedecer à seguinte sequência: Título (letra maiúscula); 1 espaço; Autor(es) (por extenso e apenas o sobrenome em maiúscula); Filiação científica do(s) autor(es) (Departamento - Instituto ou Faculdade - Universidade - sigla da Universidade - CEP - Cidade - Estado - País - e-mail); 1 espaço; breve Introdução, Material e Métodos, Objetivos, Resultados, breve Discussão e Citações Bibliográficas mais importantes ao trabalho.

No caso de haver figuras, gráficos ou tabelas, a página 2 deverá ser usada para tal, respeitando o espelho de 13cm x 19 cm e deverá conter a legenda.

As agências financiadoras deverão ser citadas no rodapé da 1ª página.

Ecologia de Populações